Empresas Artecola conquistam dois troféus Top Ser Humano

29/09/2015

Arteflex e Fundação Francisco Xavier tiveram suas práticas reconhecidas por premiação da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) no RS.


As Empresas Artecola comemoram uma importante conquista na área de gestão de pessoas. A companhia acaba de ser anunciada como duas vezes vencedora no Prêmio Top Ser Humano, que reconhece projetos na área de gestão de pessoas geradores de bons resultados e possíveis de seremreplicados em outras empresas e organizações. Os casesvencedores são da Arteflex, operação de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), e da Fundação Francisco Xavier Kunst, organização social vinculada às Empresas Artecola. A premiação é promovida pela ABRH-RS (Associação Brasileira de Recursos Humanos) no Rio Grande do Sul.

ARTEFLEX ACIDENTE ZERO - O case vencedor da Arteflex é o Acidente Zero, campanha implantada na unidade de Novo Hamburgo (RS) e que já soma quase dois anos sem acidentes. Liderado pelo Técnico de Segurança do Trabalho Cristian Krug, o projeto tem foco na formação de uma cultura de segurança. A empresa fez adequações internas e passou a sortear prêmios mensais entre todos os colaboradores das áreas em que todos usaram EPIs e não registraram acidentes no mês. A partir dessas ações, os resultados vieram naturalmente. “Hoje temos uma cultura dentro da empresa que é a da proteção. O uso dos EPIs se tornou uma prática natural, e com isso todos ganham”, explica o Diretor Executivo, Evandro Kunst. A prática se tornou uma referência no grupo e esta sendo replicada na Arteflex de Itanhandu (MG) e na Artecola Química, operação de adesivos e laminados das Empresas Artecola.

FFXK E ARTEIROS DO BEM - O projeto premiado da Fundação Francisco Xavier Kunst (FFXK), executado em parceria com as Empresas Artecola, é o Programa de Voluntariado Arteiros do Bem, que promove e capacita colaboradores da companhia para atividades voluntárias. Mudanças no programa, a partir da implantação da Política do Voluntariado, em 2014, produziram importantes resultados, com aumento de mais de 200% no número de voluntários e influência positiva no clima organizacional. O índice geral de satisfação entre os colaboradores subiu quase 15%, ficando acima da média de mercado. “As equipes também passaram a perceber melhor o papel social da FFXK para o desenvolvimento da comunidade”, comemora a Presidente da Fundação, Lisiane Kunst. “Ao sentirem que fazem parte de uma organização engajada socialmente, eles também passam a se sentir mais orgulhosos da empresa e pertencentes a esse movimento”, complementa.